O que são Subidas Categorizadas e Percentual de Inclinação.

O que são subidas categorizadas? Saiba como entender melhor a categorização das subidas no ciclismo. Cada Montanha ou evento tem variáveis de dificuldade,  que afetam diretamente na numeração categórica que suas respectivas subidas representam.

2018-tdf-etapa-10
Demonstrativo de Altimetria e Subidas Categorizadas

Inicialmente é necessário falar da história e de onde toda essa nomenclatura começou. No Tour de France de 1933 são onde os primeiros registros de alguma quantificação por subidas aparecem, mas não eram em si categorização das montanhas, e sim dos ciclistas que as transpunham. Com o fim da segunda guerra emfim foi definido entre 3 níveis de dificuldade. em 1962 foi adicionada uma quarta categoria de dificuldade e finalmente em 1979 chegamos ao até então atual modelo de 5 níveis de categorias denominados para as subidas, sendo elas respectivamente, 4 – 3 – 2 – 1 – HC. 

Mas afinal, o que é uma montanha categorizada? Sempre quando se fala em categorização de montanha é em relação a DIFICULDADE que a mesma oferece.

Gradientes1
Gráfico Demonstrativo – Categorias x Gradiente de Inclinação.

Existem 5 tipos de categorias de Montanha: Começando de forma crescente em relação a dificuldade, são:

  • Categoria 4 – Subidas com menos de 3km de comprimento.
  • Categoria 3 – Subidas com até 5km de comprimento.
  • Categoria 2 – Subidas entre 5 e 10km com ao menos 4% de inclinação Média.
  • Categoria 1 – Subidas de 10 a 20km com ao menos 5% de Inclinação Média.
  • Hors Catègorie HC: Sem Categoria ou Não Categorizada – Subidas com 10 a 20km com a Inclinação Média superior a 10%.

Assim subentende-se que as subidas Categoria 4 tem um nível de dificuldade menor, e em contrapartida as subidas fora de Categoria “HC” são as que apresentam maiores dificuldades.

macedon-gisborne

Mas não existe uma tabela ou gráfico exato para essa categorização, pois quando se trata de índice de dificuldade, cabe a cada organização de prova denominar a dificuldade de suas respectivas montanhas. Não é algo claro e objetivo, uma Montanha no Giro de Itália pode ser considerada Categoria 1, e no Tour de France uma montanha semelhante pode ser considerada HC. Eles levam em consideração o momento em que cada montanha aparece na etapa ou ao longo da prova, o cansaço acumulado dos ciclistas durante toda a competição faz com que as montanhas fiquem mais difíceis entre outros inúmeros fatores.

strava-mulheres-mont-ventoux
Ex Mt. Ventoux – 20km Distância / 8% de Inclinação Média / Categoria HC

Com isso a forma mais confiável e precisa de categorizar uma montanha, é usar a forma com que o “STRAVA” calcula em seus aplicativos e páginas. Ela criou um padrão aritmético e adaptou a média histórica de cada montanha, de forma simples e objetiva:

Os parâmetros básicos são feitos através de um cálculo entre a Distância em (metros) x % Inclinação, e com o resultado comparar a tabela abaixo:

  • de 8.000 à 16.000 = Categoria 4
  • de 16.000 à 32.000 = Categoria 3
  • de 32.000 à 64.000 = Categoria 2
  • de 64.000 à 80.000 = Categoria 1
  • +80.000 = HC

Utilizando o exemplo da foto em acima sobre o Mont Ventoux:

Distância total da Montanha é de 20km o que transformando em metros dá um total de 20.000m. Inclinação média de 8%. Basta multiplicar a distância de 20.000 x 8 que é a inclinação média da montanha o resultado é de 160.000. Olhando na tabela, o resultado está acima de 80.000 ou seja, a montanha automaticamente é considerada HC.

ten-percent

Como citado inúmeras vezes anteriormente, é necessário compreender também o que é e como funciona um gradiente de subida, o tão falado “percentual de inclinação”. O esse percentual nada mais é que um dos indicadores de dificuldade na execução da escalada, e o deslocamento vertical de um ponto ao outro.

screenshot_3_12_13_1_57_pm

Lembrando que geralmente se faz uma média, uma subida tem inúmeros pontos de inclinações diferentes, principalmente em regiões com curvas sinuosas e etc. Ou seja normalmente se faz a média de toda a montanha ou por km percorrido.

Usando o mesmo exemplo do Mont Ventoux iremos calcular a % de Inclinação Media de toda montanha:

TDF13_ETAP 15 PP_VENTOUX

% de inclinação = ((altitude final – altitude inicial) / distância percorrida) x 100 

Assim utilizando o exemplo do Mont Ventoux, teremos a altitude final 1912 – 314 da altitude inicial = 1598, dividido por 20000 que é a distância em metros percorrida = 0,079. Por fim multiplicando por 100 chegamos ao resultado de 7,99% ou arredondado teremos 8%

O resultado real que pode-se levar em consideração desse percentual é, se falando em 8%, na prática significa que para cada 100 metros retilíneos de distância sobe-se 8 metros verticalmente. Um outro exemplo, se estamos em um ponto da montanha que tem 10% de média, significa que estamos subindo 10 metros de altura verticalmente em uma proporção de 100 metros retilíneos percorridos.

Assim quanto maior a porcentagem de inclinação, maior a dificuldade da subida.

italy_mountainpass_montezoncolan2_roads2drive

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Um comentário sobre “O que são Subidas Categorizadas e Percentual de Inclinação.

  1. NORIVALDO XAVIER DE ALMEIDA

    Muito legal este artigo, permite saber que subidas com inclinação superior a 5% já podem ser consideradas difíceis, era uma informação que eu sempre quis saber.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s